Mil Lugares

Os lugares que são mil

Casa das Artes de Famalicão

O município de Vila Nova de Famalicão, acolheu, em 2018-19 a constelação artístico educativa Mil Pássaros, ainda sob a designação preliminar “Orizuro”. O nome adotado deriva do origami “Orizuru” – que na cultura tradicional do Japão é um símbolo de felicidade e paz.
O projecto resulta de uma co-produção entre a Companhia de Música Teatral e a Casa das Artes, entidades estas que têm vindo a cooperar praticamente desde a fundação de ambas.

O projeto em Famalicão abrangeu cerca de 1200 crianças e suas famílias tendo contemplado ações de formação, conferências, instalações artísticas e a apresentação dos espetáculos Orizuro e Opus 8 para além de toda componente educativa realizada em paralelo pela comunidade escolar. Veja por exemplo o vídeo da apresentação de Opus 8 na Casa das Artes e também no Jardim de Infância de Gondifelos.

As crianças do Jardim de Infância da Associação Gerações assistiram ao PaPI – Opus 8 e representaram o que viram no espetáculo. Veja alguns dos exemplos:

Em 2020 e no contexto da situação de pandemia da COVID, o concelho tornou-se Famalicão, Cidade Orizuro

Casa das Artes

Município de Vila Nova de Famalicão

Fábrica das Artes/CCB

A constelação Mil Pássaros foi acolhida no projeto Cultura é Educação. Cultura É Educação é um projeto que resulta de uma parceria entre o CCB/Fábrica das Artes, o Agrupamento de Escolas de São Bruno, o Ministério da Educação, a Rede Comunidades de Aprendizagem e o Plano Nacional das Artes. Este projeto organiza-se em torno da alternância entre a fruição e participação em espetáculos, oficinas e instalações no CCB/Fábrica das Artes por parte da comunidade escolar do Agrupamento de Escolas de São Bruno e a residência na escola de artistas que integram o seu programa.

Nota: Devido aos constrangimentos provocados pelo Covid-19, as iniciativas Mil Pássaros na Fábrica das Artes programadas a partir de Março foram substituídas por Poemário e Poemário Vivo.

Fábrica das Artes

Lisboa Capital Verde Europeia 2020

No âmbito da Capital Verde Europeia 2020, a Companhia de Música Teatral e a Câmara Municipal de Lisboa levam o projeto Mil Pássaros à comunidade. Partindo da formação inicial Mil Pássaros, interlocutores (professores e mediadores) seguem diferentes processos de trabalho que culminam numa Instalação Coletiva em que o envolvimento de cada criança é representado pelo orizuro (origami em forma de pássaro) que construiu. O projeto pretende juntar toda a comunidade em torno de um objetivo comum e desenvolve-se em duas grandes vertentes:

  • Uma vertente que abrange todas as escolas públicas do município.
  • Uma vertente de maior profundidade e continuidade mediada por equipamentos municipais (museus e bibliotecas)

Esta edição de Mil Pássaros conta com a realização de 14 formações Mil Pássaros, 10 Oficinas Mil Pássaros, 10 espetáculos Opus 8 (a realizar nos equipamentos aderentes) e visitas performativas a todas as escolas do município que adiram ao projeto.

Participam nesta edição: Castelo, Biblioteca de Belém, Biblioteca Camões, Biblioteca dos Coruchéus, Biblioteca das Galveias, Biblioteca de Marvila, Museu Bordalo Pinheiro, Museu da Cidade e Padrão dos Descobrimentos.
Participam ainda 42 escolas do município de Lisboa.

Nota: Devido aos constrangimentos provocados pelo Covid-19, algumas iniciativas Mil Pássaros em Lisboa foram suspensas.
A retoma das atividades está dependente do decorrer da situação atual. Mais informações brevemente.

Município de Lisboa

E-Nova

Loulé 2020

Parceria com o Cine Teatro Louletano envolvendo 5 escolas da envolvente.

Em Breve: Mais detalhe

Cine-Teatro Louletano

Outros locais de passagem

Em Breve: Mais detalhe